O que são contas redutoras do Ativo?

publicidade legal

Saiba o que são as contas redutoras e quais são as provisões que integram o grupo Ativo. Veja também como publicar no DOU pela internet por meio de publicidade legal. 

As contas redutoras, que também podem ser conhecidas por contas retificadoras, ainda que pertençam a um grupo patrimonial (seja Ativo ou Passivo), possuem saldo oposto em relação às outras contas desse grupo. 

Nesse sentido, as contas redutoras do Ativo têm sempre natureza credora, enquanto as contas redutoras do Passivo contam com natureza devedora. 

Saiba mais: Como criar um contrato social

Contas redutoras do Ativo

As contas redutoras (ou retificadoras) são responsáveis por reduzir as finanças totais do grupo em que aparecem. Confira as principais contas redutoras do grupo Ativo:

Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa (PCLD)

Ao realizar uma venda a prazo, a empresa fica suscetível ao não recebimento do dinheiro devido pelo cliente. Caso não venha a receber o valor por completo, há o que se chama de inadimplência. 

Nesse sentido, a PCLD (Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa) foi criada com o objetivo de incluir esse valor, que o empreendimento provavelmente não receberá, de maneira onerosa em seus resultados, reconhecendo essa perda para o valor dos recursos a receber, influenciando negativamente o Patrimônio Líquido. 

Isto é, todos os valores estimados que não serão recebidos pelo negócio em decorrência de pagadores inadimplentes. Os principais exemplos são cartões de crédito sem saldo, cheques sem fundos ou clientes que não comparecem para o pagamento. 

A PCLD é uma provisão do Ativo e de natureza credora, ou seja, faz parte do ativo circulante, mais especificamente do grupo Disponibilidades. Trata-se de uma conta retificadora (ou redutora), e por isso entra no Ativo com saldo negativo, subtraindo do valor total a ser recebido pela empresa. 

Saiba mais: Quando é necessário ter uma redução de capital em uma empresa.

Provisão para ajuste ao valor de mercado

Trata-se de uma provisão da conta Estoques, integrante ao Ativo Circulante. Tem como principal objetivo subtrair dos estoques a fatia de custos que provavelmente não poderá ser recuperada. Nessa conta, estão inclusas possíveis perdas resultantes de obsoletismo, deterioração, estados, reposição do estoque ou redução nos preços de venda. 

Essa conta tem uma constituição que se baseia no princípio de avaliação de estoque, que, por sua vez, determina mercado ou custo (o menor dos dois). Nesse sentido, as perdas são reconhecidas no resultado do exercício em que não aconteceram, e nunca no exercício em que o item ou produto é vendido ou reposto. 

Essa conta, em sua constituição, formula um lançamento de crédito, enquanto a contrapartida é reconhecida na DRE (Demonstração de Resultado), no grupo de Despesas Operacionais.

Provisão para perdas prováveis na efetuação de investimentos

É uma provisão da conta Participações em outras empresas, e por isso é considerada pelo Ativo Não Circulante, grupo Investimentos. 

A conta é desenvolvida com base no exercício social, em que os empreendimentos nos quais se investe apresentam perdas de improvável recuperação, isto é, quando o prejuízo estiver praticamente confirmado como permanente. 

Publicidade legal possibilita publicações online no Diário Oficial da União

O Diário Serviços oferece aos seus clientes serviços correspondentes a publicidade legal, e orienta no que é necessário para a realização de publicações no Diário Oficial da União, dos Estados e dos Municípios. 

Navegue pelo site para saber mais sobre publicidade legal e como publicar no DOU.

Veja mais: Ata de Reunião | Publicidade Legal | Agência de publicidade legal | Imprensa Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *