Entenda a diferença entre ativo circulante e ativo não circulante

publicidade legal

Saiba o que são os ativos e qual a diferença entre circulante e não circulante. Confira também como publicar os ativos no DOU por meio de publicidade legal online. 

O ativo de uma empresa envolve os conceitos “circulante” e “não circulante”, que são fundamentais para a administração das finanças do empreendimento.

Saiba mais: Balanço Patrimonial – diferenciando o ativo e passivo

O que são os ativos circulantes e não circulantes de uma empresa

 

  • Ativos circulantes

 

Quando se fala em ativos circulantes, se diz respeito aos recursos disponíveis para a empresa, que podem ser transformados em finanças em um período de até 12 meses (período considerado curto). 

Nesse sentido, as aplicações financeiras, o dinheiro em caixa e até as contas a receber são considerados ativos circulantes. 

 

  • Ativos não circulantes

 

Por outro lado, os ativos não circulantes referem-se às finanças que só estarão disponíveis para a empresa a longo prazo, ou seja, após 12 meses. 

Além disso, todos os bens duradouros que são usados para gerar receita, ou seja, ferramentas e maquinário, também são chamados de ativos não circulantes. 

Principais diferenças entre os ativos

A principal diferença diz respeito ao tempo que a empresa precisa aguardar antes de ter acesso a possíveis finanças, que, no caso dos circulantes, é curto e, nos não circulantes, é mais longo. 

Além disso, o montante gerado pelos ativos circulantes deve se destinar a quitações de mesma categoria (pagamento de contas, por exemplo), assim como os ativos não circulantes cobrem pagamentos de passivos não circulantes (como maquinário). 

Saiba mais: O que é Balanço Patrimonial

Ativos circulantes: elementos essenciais

Além das principais diferenças entre os ativos, é importante que o empresário conheça os elementos intrínsecos aos ativos circulantes, para, assim, compreender melhor suas fontes de recursos e de onde vêm as finanças do negócio. 

Os circulantes podem ser classificados em três categorias, todas essenciais para empreendimentos (principalmente de médio e grande porte) no que concerne às finanças da empresa e ao pagamento das obrigações financeiras. 

As três categorias que auxiliam na organização das contas da empresa são:

 

  • Ativo circulante líquido

 

O ativo circulante líquido (também conhecido por ativo circulante financeiro) diz respeito aos recursos adquiridos por meio de atividades e de investimentos da empresa. 

Essa modalidade pode ser dividida entre circulante e não circulante, sendo que o circulante líquido pode ser convertido em finanças rapidamente, enquanto o não circulante demora mais tempo, sendo aplicado para contas a longo prazo. 

 

  • Ativo circulante operacional

 

O ativo circulante operacional se refere às etapas operacionais do negócio, isto é, que são fundamentais para o seu funcionamento. 

Assim como na categoria anterior, pode ser dividido entre circulantes (com recebimento a curto prazo) e não circulantes (que só podem ser transformados em dinheiro a longo prazo). 

 

  • Ativo circulante cíclico

 

Este ativo circulante diz respeito aos ativos cíclicos que possuem conexão com o ciclo operacional da empresa, isto é, as atividades que fazem parte do cotidiano do empreendimento, e por isso são sempre repetidas. 

 

Publique no Diário Oficial da União por meio de publicidade legal online

Por meio do portal Diário Serviços, é possível realizar publicidade legal e publicar, no Diário Oficial da União, dos Estados e dos Municípios, os ativos da empresa, assim como outros conteúdos de relevância ou obrigatórios. 

Navegue pelo site para obter maiores informações sobre publicidade legal online.

 

Veja mais: Publicidade Legal | O que é edital | Razonete

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *