Entendendo como funciona a conciliação dos saldos contábeis

Diário Serviço

Saiba o que é a conciliação contábil e como ela funciona. Veja também como publicar no DOU por meio do Diário Serviços.

Como já é sabido pelos empreendedores consolidados, a contabilidade é fundamental para a organização e sucesso de qualquer empresa, independentemente do segmento ou regime de tributação.

É por meio dela que é possível analisar todos os ativos, passivos, custos, receitas, produtividade e lucratividade. Nesse sentido, realizar a conciliação contábil é de grande ajuda para a saúde financeira de um negócio.

Saiba mais: Quando um balancete de verificação pode ser publicado no Diário Oficial da União

A conciliação contábil é mais do que apenas mais um conceito teórico restrito ao universo do empresariado. Confira todas as informações:

Mas afinal, o que é a conciliação dos saldos contábeis

A conciliação contábil se trata do registro e acompanhamento dos valores creditados ou debitados nos registros contábeis da empresa, de forma a compará-los com os respectivos documentos de origem e suportes, em caráter interno ou externo.

Ou seja, a conciliação nada mais é do que o acompanhamento, seja mensal, semestral ou anual, de toda conta contábil, e comparação com os diferentes setores que servem de apoio aos lançamentos contábeis.

Cada conta do balanço deve ser analisada, para só então ter a composição de saldo validada.

Exemplos de demonstrativos para conciliação

Como demonstrativos que auxiliam na conciliação por meio da conferência e correção dos saldos, é possível citar os relatórios de cálculos, as planilhas e extratos.

Um relatório de empréstimos bancários com atualizações de juros é um claro exemplo de demonstrativo para conciliação de saldos contábeis, por exemplo.

Como funciona e qual a importância da conciliação contábil?

Com a frequente movimentação contábil de um empreendimento, muitos lançamentos são realizados, possibilitando a ocorrência de falhas nas compensações e nos descontos.

Se esses possíveis erros não forem solucionados a tempo (ou seja, antes do fechamento mensal), os saldos das contas podem sofrer prejuízos, trazendo consequências para as demonstrações financeiras da organização, e mascarando a situação patrimonial da empresa de fato.

Entre os erros mais frequentes nas empresas, é possível citar:

  • Confusão (inversão) de contas;
  • Valores lançados erroneamente (para mais ou para menos);
  • Omissão de lançamentos;
  • Lançamentos em duplicidade.

Ao realizar o encerramento da movimentação contábil do ano, é crucial que os saldos de todas as contas da empresa estejam corretos, isto é, devem corresponder exatamente aos valores reais estimados para a data de fechamento definida.

O procedimento de conciliação contábil pode ser concentrado na própria área de contabilidade, ou então pelo envolvimento dos setores da empresa que são responsáveis pelo processamento dos fatos contábeis.

Em relação à periocidade, é recomendável efetuar a conciliação contábil todos os meses, no intuito de evitar que um possível erro cometido influencie no fechamento anual.

No caso de ocorrer algum erro, as formas mais utilizadas para conciliação contábil são: lançamento complementar, estorno de lançamento e lançamento retificativo.

Publique conciliação no DOU por meio do Diário Serviços

O Diário Serviços é uma agência de publicidade legal por meio da qual é possível acompanhar todas as edições do Diário Oficial da União, dos Estados e dos Municípios, além de realizar publicações devidamente orientadas no DOU.

Navegue pelo site e conheça o Diário Serviços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *