Um excelente controle tributário fiscal para conquistar uma empresa de sucesso

Agência de publicidade legal

Veja por que o controle tributário e fiscal é essencial para ter sucesso em seu empreendimento e como publicar conteúdos referentes à empresa por meio do Diário Serviços.

Um empreendimento, quando bem administrado por meio de um eficiente controle tributário e fiscal, consegue lidar com as maiores adversidades de forma segura.

Dessa forma, independentemente das eventualidades que fatores externos podem oferecer (tais como crise econômica ou o surgimento de empresas concorrentes no mercado), o negócio permanece estável.

Importância do controle tributário e fiscal para o sucesso da empresa

Antes mesmo de abrir as portas da empresa, é preciso usar o controle tributário e fiscal para medir o impacto com que a carga tributária influenciará no empreendimento.

Esse passo é fundamental por, muitas vezes, a carga tributária acabar sendo a grande responsável pelo fechamento de empreendimentos em todo o país.

Mas não é preciso se desesperar. Hoje já existem alternativas (legais) para lidar com ela, de forma que se torna possível administrar as contas.

Saiba mais: PORQUE AS EMPRESAS DEVEM TER UM PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

Planejamento é necessário

O caminho mais seguro ainda é o planejamento tributário, que conta com uma metodologia visando reduzir o ônus fiscal que atinge as operações de uma empresa.

Também chamado de elisão fiscal, se trata de um mecanismo que é aplicado anteriormente à ocorrência de um fato gerador.

É importante salientar que o controle tributário, alcançado através do planejamento tributário, leva em consideração fatores específicos e individualizados de cada empresa, já que claramente o que funciona em uma organização pode não funcionar em outra.

Sendo assim, é necessário que todas as características sejam analisadas de forma detalhada, para que não se corra riscos.

Grandes companhias podem adotar determinados procedimentos em relação aos investimentos, que nem sempre seriam viáveis para empresas menores, por exemplo.

De maneira inversa, pequenas empresas podem escolher pelo enquadramento no Simples Nacional, a fim de obter redução na carga tributária.

De toda forma, é crucial considerar a relação custo/benefício de cada ação antes da prática, para ter acesso aos possíveis direitos.

Controle tributário e fiscal no processo de escolha do regime mais adequado

Dentro de uma estratégia pare ter pleno controle tributário e fiscal sobre a empresa, a definição do regime tributário ideal representa uma das medidas mais importantes!

Mediante o regime tributário escolhido é que será feito o próximo exercício fiscal da empresa.

Em poucas palavras, todo o ano a organização deve se enquadrar em um dos regimes tributários disponíveis, para que seja feito o cálculo dos tributos em função dele.

Em vista disso, a escolha do regime deve se pautar em um planejamento que vise a redução de taxas e outras despesas desnecessárias. As modalidades existentes são: Lucro Real, Simples Nacional, Lucro Arbitrado e Lucro Presumido.

Independentemente da atividade exercida pela empresa, ter um controle tributário e fiscal deve ser o primeiro passo em sua criação e também consolidação.

Ao traçar uma estimativa de faturamento e tipo de atuação, é possível escolher as melhores e mais rentáveis opções de investimentos e, dessa maneira, preparar a organização para os próximos passos sem tantos riscos.

Acesse e publique conteúdos de interesse no DOU por meio do Diário Serviços

O Diário Serviços é um portal que possibilita acompanhar todas as notícias e novidades sobre regimes tributários, além de facilitar os trâmites para publicação no Diário Oficial da União, dos Estados e dos Municípios.

Navegue pelo site para acompanhar as informações.

Veja mais: BPO O que é? | Qual a diferença entre me e mei | Publicidade Legal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *