Regime de caixa: aprenda tudo sobre esse regime contábil

Regime de caixa: aprenda tudo sobre esse regime contábil

É fundamental aprender tudo sobre os tipos de regime contábil de empresas, e isso inclui o regime de caixa e o regime de competência.

Acompanhe as principais informações sobre o regime de caixa, sua relação com o regime de competência e como realizar a publicidade legal de regime contábil pela internet.

Leia também: como otimizar o controle de contas a pagar e receber.

O que é regime de caixa?

O regime de caixa é um regime contábil responsável por fazer a contabilidade de receitas e despesas da empresa, ou seja, todo recurso que entra ou sai do caixa, sem considerar negociações, compras ou vendas. Nesse sentido, o regime de caixa considera o momento em que a empresa é efetivamente tributada, e não o processo de geração de notas fiscais, por exemplo.

Para que servem os regimes contábeis?

Os regimes contábeis fazem o acompanhamento de movimentações que somam ou subtraem valores do patrimônio da empresa. Ou seja, diz respeito a todos os eventos envolvendo ganhos ou gastos, seja no momento presente, seja em um momento futuro.

No caso do regime de caixa, trata-se de uma forma assertiva de fazer esse controle, já que considera apenas movimentações do caixa de fato. Ou seja, é utilizado para acompanhar a situação financeira e possui ligação direta com o fluxo.

Há também o regime contábil chamado de regime de competência. No caso, os ganhos e gastos são contabilizados quando oficializados, ainda que a movimentação ocorra depois. É o caso de uma venda a prazo, por exemplo.

Vantagens e desvantagens de cada regime contábil

Regime de caixa – vantagens:

  • Ajuda a entender a liquidez do negócio;
  • É um regime simples;
  • Analisa a real situação da empresa;
  • Auxilia as decisões no curto prazo.

Regime de caixa – desvantagens:

  • Não é tão útil na hora de fazer o controle de negociações;
  • Desconsidera resultados operacionais;
  • O foco restringe-se ao curto prazo.

Regime de competência – vantagens

  • Auxilia em tomadas de decisão da empresa;
  • É mais bem aceito em relação ao cumprimento de obrigações legais;
  • Tem foco na rentabilidade do negócio;
  • Permite melhor planejamento para os investimentos.

Regime de competência – desvantagens

  • Torna o fluxo de caixa mais engessado;
  • Não foca tanto na real situação de caixa;
  • Pode gerar falsas expectativas.

Exemplos de regime de caixa

Exemplo 1:

Supostamente, uma empresa gastou R$ 500 com energia elétrica em janeiro, o pagamento, no entanto, é feito em fevereiro, o que resulta em um regime de caixa diferente do regime de competência:

Regime de caixa
Janeiro

Fevereiro

Março Abril Maio Junho
R$ 500,00

 

Regime de competência
Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho
R$ 500,00


Exemplo 2:

Ao supor que uma empresa realizou a compra de insumos com um fornecedor no mês de agosto, mas realizará o pagamento em duas parcelas, começando no mês seguinte e terminando em outubro, os regimes contábeis apresentam-se da seguinte forma:

Regime de caixa
Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro
R$ 2.000 R$ 2.000

 

Regime de competência
Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro
R$ 4.000


Nesse sentido, ainda que a compra tenha sido feita em agosto, o pagamento é realizado, de fato, em setembro e outubro, e o regime de caixa considerará apenas esses meses.

Publicidade legal de regime contábil pode ser realizada pela internet

Os segmentos de regime contábil, como o regime de caixa e o de competência, são muito importantes para a rotina da empresa e parte das obrigações legais que devem ser publicadas em grandes veículos de comunicação, como o Diário Oficial, por meio de publicidade legal.

A publicidade legal de empresas e regimes contábeis pode ser feita de forma totalmente online via plataforma da Diário Serviços, que, além de fornecer a possibilidade de publicar regime contábil no Diário Oficial da União, também permite o acesso gratuito ao DOU pela internet.

Ao navegar pelo site, é possível conhecer melhor os serviços oferecidos pela DSI.

Veja mais: ​Ata​ – ​Contrato de Trabalho​ – ​Ata de reunião

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *