Entenda o que é a Dívida Externa brasileira

publicação no dou

Você sabe explicar a dívida externa do Brasil? Veja todas as informações sobre esse assunto aqui.

Empréstimo é quando pegamos dinheiro de alguém para comprar algo, mas como isso acontece quando um país pega dinheiro com terceiros? Como funciona essa dívida? Veja as respostas para essas e outras questões:

O que é a Dívida Externa?

A dívida externa nada mais é que o total que o país tem de débitos resultantes de empréstimos e financiamentos contratados por três categorias de entidades:

  • Empresas privadas;
  • Empresas estatais;
  • O próprio governo.

Esses financiamentos podem ser feitos em situações de crise, para realização de algum plano ou projeto de infraestrutura, para evitar falências, para projetos de extensão, etc.

Quando é o caso de empréstimos feitos pelo próprio governo, esses empréstimos não são realizados em bancos comuns (como seria para o caso de uma pessoa física).

O governo geralmente conta com dois tipos de instituição para tomada de financiamentos com esses fins: O Banco Mundial e o FMI.

Mas afinal, como se criou a dívida brasileira?

A dívida externa brasileira é mais antiga do que a maioria imagina. Logo após a independência do país, em 1822, para conseguir firmar tal fato, foi cobrado por Portugal uma quantia para dar ao Brasil o direito de se consagrar enfim como país independente e livre.

O valor cobrado, na época, foi de três milhões de libras esterlinas, dinheiro que o Brasil não possuía e teve que solicitar à Inglaterra na forma de empréstimo. Assim se deu o início da nossa dívida.

Em 1829 acontece o segundo financiamento, enquanto o país estava pagando pelas parcelas do primeiro empréstimo porém se viu sem dinheiro suficiente, tendo que recorrer a uma nova dívida que foi saldada em 1890, quando o Brasil estava ainda mais endividado com a Inglaterra por conta da Guerra do Paraguai.

Ao dar um salto no tempo, podemos observar que o período considerado mais complicado para a situação do país foi durante a Ditadura Militar, entre as décadas de 1960 e 1980, quando o Brasil se afundou na própria dívida, que passou de 12 bilhões de dólares para 100 bilhões.

No ano de 1985 o FMI decidiu suspender todos os empréstimos ao Brasil como punição pelo país ter descumpridos regras e também por estar se endividando cada vez mais. As negociações em prol de financiamentos retornaram apenas em 1988, quando foi solicitado novo empréstimo no valor de 1,4 bilhões de dólares.

Em 1985 o FMI suspendeu todos os empréstimos ao Brasil devido ao fato do país ter descumprido algumas regras acordadas e estar se endividando exponencialmente, retomando as negociações somente no ano de 1988 quando foi solicitado mais um empréstimo no valor de 1,4 bilhões de dólares.

Agora que você já sabe o que é e como se formou a dívida externa brasileira, que tal conhecer um pouco mais sobre a Diário Serviços?

Realize sua publicidade legal no Diário Oficial!

A Diário Serviços é uma agência de publicidade legal com a missão de criar uma rede de relacionamentos baseados na recíproca positiva entre os Órgãos Públicos e os clientes, por meio do diálogo, da ética e da qualidade.

A empresa é especializada em realizar a publicação no DOU (Diário Oficial da União) e há 7 anos é responsável pelas intermediações entre os anunciantes e os Diários Oficiais. Navegue pelo site e saiba mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *